FUNDO: 100

domingo, 9 de outubro de 2022

GDF investe mais de R$ 160 milhões em mobilidade GDF Redação 09/10/2022 06:17

 


Um dos viadutos do Setor Policial. Foto: Agência Brasília

Os seis viadutos em construção devem dar mais qualidade de vida ao brasiliense

Mais mobilidade, segurança e qualidade de vida. É o que vai proporcionar a construção de vários viadutos no Distrito Federal, grandes passagens que prometem diminuir os engarrafamentos em pontos estratégicos da capital e Entorno, além de melhorar o trânsito. Até o momento, são seis deles em construção, somando mais de R$ 160 milhões de investimento no setor de mobilidade.

Um será no Jardim Botânico, um complexo de viadutos entre a DF-001 e a DF-035 que beneficiará 40 mil motoristas. O orçamento do projeto, que está em fase de análise do edital no Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF), é estimado em R$ 39 milhões. “O viaduto do Jardim Botânico será construído na interseção de duas rodovias de grande fluxo, atendendo motoristas do Jardim Botânico e de São Sebastião, além de moradores dos Jardins Mangueiral, Parque dos Ipês, Tororó e de outros condomínios da região”, explica Fábio Cardoso, do Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER-DF).

Já o outro elevado, que será construído no Noroeste, tem obra estimada em R$ 37 milhões e se encontra na fase de abertura dos preços para selecionar a melhor proposta para a construção nos próximos dias. “É uma obra que vai melhorar o tráfego da região, porque possibilitará que os motoristas que trafegam na EPIA 003 [Estrada Parque Indústria e Abastecimento 003], com destino à região norte do DF, possam ganhar tempo e fluidez”, comenta Cardoso. “Isso porque esses motoristas não terão mais que dividir a pista com os veículos oriundos do Noroeste, Setor de Terminal Norte, Asa Norte e Lago Norte”, expõe.

A construção do viaduto entre a Estrada Parque Indústrias Gráficas (EPIG) e o Sudoeste, de acordo com a Secretaria de Obras, orçado em R$ 25 milhões, vai melhorar o deslocamento de cerca de 25 mil veículos. Isso porque, além de diminuir a quantidade de semáforos na via, o projeto, iniciado em fevereiro deste ano, visa reduzir o tempo dos motoristas nos horários de maior fluxo de carros, que é na parte da manhã, almoço e final da tarde. Ao todo, são 65% de obras em execução.

A construção de dois viadutos na Estrada Setor Policial Militar (ESPM) deve ser concluída no dia 10 de agosto. Aliás, a primeira parte da obra, erguida na alça de acesso da ESPM até o Eixo W, já está concluída desde o dia 30 de junho. A outra etapa – o viaduto que ligará o Eixo Rodoviário Leste à via L4 – está prevista para ficar pronta no dia 10 de agosto. O total do investimento que beneficiará 20 mil motoristas é de R$ 10 milhões.

Iniciado em março de 2021, o viaduto que está sendo construído entre o Recanto das Emas e o Riacho Fundo II tem 70% de obras executadas e promessa de melhoria no trânsito para 80 mil moradores. O custo do investimento ultrapassa a casa dos R$ 30 milhões.

Em Sobradinho, cerca de 150 homens trabalham em ritmo acelerado para erguer o elevado da região que vai facilitar o trânsito para 70 mil pessoas no setor. Localizado próximo ao Estádio Augustinho Lima, a obra, orçada em R$ 33 milhões e iniciada em fevereiro deste ano, está prevista para ser finalizada em dezembro e integrará o complexo viário Joaquim Roriz, que fica na Saída Norte.

Com 25% dos trabalhos executados, o viaduto do Riacho Fundo também vai revolucionar o problemático trânsito de quem trafega pelo trecho da DF-075. Uma melhoria significativa para os 90 mil motoristas vindos, diariamente, do Recanto das Emas, Riacho Fundo, Riacho Fundo II, Samambaia, Taguatinga, Vicente Pires, Arniqueira e Park Way. O investimento de mais de R$ 22 milhões vai permitir que sejam cavadas passagens subterrâneas na Estrada Parque Núcleo Bandeirante, no acesso à cidade e à Área de Desenvolvimento Econômico (ADE) de Águas Claras.

Fonte: Jornal de Brasilia

Nenhum comentário:

Postar um comentário