Lima Souza news

Lima Souza news

radio

quinta-feira, 30 de setembro de 2021

Goiás bate recorde na geração de empregos, em agosto

 



Saldo de empregos formais, na comparação com igual período de 2020, cresce 68,5%. Estado atinge marca de mais de 100 mil novos postos de trabalho nos primeiros oitos meses do ano, lidera na Região Centro-Oeste e promove retomada da economia


O saldo de empregos formais de agosto de 2021, em comparação com igual período do ano passado, cresceu 68,5% em Goiás. Os números foram divulgados nesta quarta-feira (29) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), órgão ligado ao Ministério da Economia. O levantamento mostra que foram 11.667 empregos com carteiras de trabalho assinadas contra 6.914 no saldo de agosto do ano passado.


No acumulado de janeiro a agosto de 2021, Goiás registrou saldo de 100.978 novos empregos, resultado de 469.706 admissões diante de 368.728 desligamentos. “O objetivo é atender à demanda da população com um governo que rompe as desigualdades regionais ao criar alternativas de emprego”, reforçou o governador Ronaldo Caiado.


O dado mantém Goiás na liderança absoluta de vagas formais na região Centro-Oeste, com 51% à frente do segundo colocado, Mato Grosso, que acumula 66.817 empregos com carteira assinada, no mesmo período. Em seguida, aparecem Distrito Federal (41.143) e Mato Grosso do Sul (30.032). “Sempre digo que o emprego é o programa social mais importante que um governo pode deixar para seu povo”, ressaltou Caiado.


A estratégia pioneira em Goiás foi a criação de uma secretaria específica para recuperação da economia, a Secretaria da Retomada, além de outras ações que resultaram em novos empregos. Em relação ao acumulado do ano, de janeiro a agosto de 2021, Goiás ocupa a sétima posição. As mais de 100 mil vagas ficam atrás apenas de São Paulo (704,2 mil) Minas Gerais (261,6), Santa Catarina (158,9), Paraná (153,7), Rio Grande do Sul (118,8) e Rio de Janeiro (101,0), das regiões Sul e Sudeste do País.


Titular da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), José Vitti também comemorou os bons resultados e disse que o crescimento do saldo de novas vagas de empregos é reflexo da gestão voltada para o desenvolvimento de Goiás.


“Recuperar a economia depois de um tempo de dificuldades não é uma tarefa fácil” afirmou Vitti. “Mas a gestão em conjunto com todos os setores produtivos, em destaque serviços, indústria e comércio, é determinante para essa retomada. Esse é o modo Ronaldo Caiado de trabalhar”, avaliou. “É por isso que estamos conseguindo resultados tão expressivos”, destacou.


Ainda de acordo com o Caged, o setor de serviços em Goiás foi o que gerou maior número de empregos no mês de agosto, com saldo de 4.602 vagas. Comércio teve saldo de 2.833; indústria 2.822; construção 1.557; e agropecuária -147.

Fonte: Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC) – Governo de Goiás

quarta-feira, 29 de setembro de 2021

Secretaria da Mulher e Família reforça debate sobre o Dia Internacional contra a Exploração Sexual


 Em razão do dia 23 de setembro, data escolhida como Dia Internacional Contra a Exploração Sexual e o Tráfico de Mulheres e Crianças, inspirados pelo exemplo da Argentina, que em 23/9/1.913, promulgou a Lei Palácios, criada para punir quem promovesse ou facilitasse a prostituição e a corrupção de menores de idade e inspirou outros países a protegerem sua população, sobretudo mulheres e crianças, contra a exploração sexual e o tráfico de pessoas.

Em Águas Lindas de Goiás, a Secretaria da Mulher e Família levantou um intenso debate sobre o assunto e divulgou em suas redes sociais diversos folders e conteúdos contendo informações sobre o problema social da exploração sexual.

De acordo com a pasta, a meta da campanha é conscientizar a população para coibir o tráfico de mulheres e crianças. A pasta também informa que vem fazendo trabalho preventivo sobre o assunto junto à população.

Infelizmente, a discussão entorno deste problema ainda é necessária, pois o tráfico de pessoas ainda ocorre em diversas cidades brasileiras. O tráfico consiste no ato de comercializar, escravizar, explorar e privar vidas, caracterizando-se como uma forma de violação dos direitos humanos por ter impacto diretamente na vida dos indivíduos.

A prostituição de pessoas, que é crime, em todo o mundo, é o terceiro negócio ilícito mais rentável, logo depois das drogas e das armas. Essa prática não exclui nenhum país, e têm mulheres, crianças e adolescentes como as principais vítimas.

Se souber de casos de exploração sexual ou de tráfico de pessoas denuncie por meio dos telefones 100 ou 180.

Fonte: SECOM ÁGUAS LINDAS DE GOIÁS.

Jornalista : Claudiane Pinheiro  DRT 0012314

Celina Leão participa de coletiva virtual promovida pela ABBP na próxima segunda-feira (04)

 

Na próxima edição da Sala de Imprensa da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP, marcada para segunda-fe...


Na próxima edição da Sala de Imprensa da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP, marcada para segunda-feira, dia 4 de outubro, às 18h30, os jornalistas da entidade vão entrevistar a deputada federal e presidente do Progressistas (PP), Celina Leão.

O projeto de entrevistas coletivas realizado pelo ABBP é transmitido simultaneamente pelas fanpages no Facebook dos sites e portais de notícias dos seus associados.

A Sala de Imprensa tem duração de 1 hora e no decorrer desse tempo o convidado responde as perguntas dos profissionais de imprensa dos principais veículos de comunicação do DF e Entorno.

Serviço:

Sala de Imprensa da ABBP com a deputada federal e presidente do Progressistas (PP), Celina Leão
Dia: 4 de outubro de 2021, segunda-feira, às 18h30.
Local: Fanpages no Facebook da ABBP e dos sites e portais.

Curta a nossa fanpage: https://www.facebook.com/associacaoabbp/
Siga a ABBP no Instagram: https://www.instagram.com/abbpdf/

Por Hamilton Silva – Diretor de Comunicação e Marketing

terça-feira, 28 de setembro de 2021

Exército quer pleno acesso aos dados da urna eletrônica

 TSE antecipa em um ano antes do pleito, marcado para ocorrer em outubro de 2022 e abre testes a investigadores da Polícia Federal e peritos civis, além do Exército


               

    


TSE antecipa em um ano antes do pleito, marcado para ocorrer em outubro de 2022 e abre testes a investigadores da Polícia Federal e peritos civis, além do Exército

Cúpula militar espera acesso irrestrito à checagem pública do dispositivo, que será iniciada em 4 de outubro. Os testes da urna eletrônica começam no próximo dia 4 de outubro sob o signo da desconfiança de parte do Exército. A cúpula da Força, entretanto, avalia que as análises são a forma de pacificar o tema.

Mas para isso esperam que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) compartilhe o maior número de informações possíveis e abre o acesso aos dados. Dizem não querer servir de “selo de qualidade” e atestar a eficiência do equipamento pelo simples fato de participar das verificações.

Os testes começam pela análise do código-fonte, a partir do uso de ferramentas usadas no mercado. Em ocasiões anteriores, as avaliações para dúvidas e sugestões de melhorias ocorriam seis meses antes das eleições.

Desta vez, os integrantes do TSE decidiram antecipar em um ano antes do pleito, marcado para ocorrer em outubro de 2022. Participam dos testes investigadores da Polícia Federal e peritos civis, além do Exército.

No último dia 9 de setembro, o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, em contraponto a manifestações ocorridas dois dias antes, disse que a “democracia só não tem lugar para quem pretenda destruí-la”.

A declaração foi realizada durante a sessão plenária da Corte. O presidente do TSE ainda anunciou a criação de uma comissão  de transparência das eleições.

Transparência

A Comissão de Transparência das Eleições (CTE) está prevista na portaria do TSE nº 579/2021. Integram a comissão representantes de instituições e órgãos públicos, especialistas em tecnologia da informação e representantes da sociedade civil. Por parte das instituições e órgãos públicos, compõem a CTE o senador Antonio Anastasia (PSD-MG); o ministro Benjamin Zymler, do Tribunal de Contas da União (TCU); o General Heber Garcia Portella, comandante de Defesa Cibernética, pelas Forças Armadas.

E ainda a conselheira da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Luciana Diniz Nepomuceno; o perito criminal Paulo César Hermann Wanner, do Serviço de Perícias em Informática da Polícia Federal; e o vice procurador-geral eleitoral Paulo Gustavo Gonet Branco, pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).

Os especialistas em Tecnologia da Informação e representantes da sociedade civil são: André Luís de Medeiros Santos, professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Bruno de Carvalho Albertini, professor da Universidade de São Paulo (USP); Roberto Alves Gallo Filho, doutor pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); Ana Carolina da Hora, pesquisadora do Centro de Tecnologia e Sociedade da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro (FGV-DireitoRio); Ana Claudia Santano, coordenadora-geral da Transparência Eleitoral Brasil; e Fernanda Campagnucci, diretora-executiva da Open Knowledge Brasil.

Governador Caiado anuncia ampliação de cirurgias eletivas

 



Com queda da demanda por internação, mais leitos de UTI abertos durante pandemia no Estado serão destinados a apoiar centros cirúrgicos dedicados a procedimentos programados. O anúncio foi feito durante inaugurações no Hugol, onde Governo investiu quase R$ 2,5 milhões em melhorias


O governador Ronaldo Caiado anunciou, nesta segunda-feira (27), a ampliação dos procedimentos cirúrgicos eletivos no sistema estadual de saúde em todas as regiões do Estado. A informação foi prestada durante inauguração da nova recepção geral Dr. Lindolfo de Barros e da passarela de interligação do Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). “Essa é a etapa seguinte: avançarmos agora, em ritmo acelerado no atendimento dessa demanda que, indiscutivelmente, diante da pandemia, ficou represada”, disse o governador.


Caiado observou que, com a vacinação contra a Covid-19 até a faixa etária de 12 anos e atendimento das pessoas acima de 70 anos de idade com dose de reforço, há diminuição de complicações provocadas pela doença e da demanda de internação. “Onde temos UTIs para Covid-19, já vamos poder usar esses leitos para dar retaguarda aos centros cirúrgicos e propormos uma ampliação das nossas cirurgias eletivas”, detalhou.


A retomada dos agendamentos e da realização de procedimentos cirúrgicos eletivos de média e alta complexidades nas unidades de saúde da rede pública, filantrópica e privada em todo o Estado de Goiás foi autorizada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-GO) por meio da portaria 1.440/2021, de 6 de agosto. São consideradas cirurgias eletivas aquelas agendadas em data facultada pelo paciente ou cirurgião, conforme a legislação vigente.


Inaugurações

No Hugol, o governador vistoriou as áreas inauguradas nesta segunda-feira. O investimento nas melhorias para dar mais conforto e agilidade no atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) é de quase R$ 2,5 milhões. As obras são parte do Plano de Aplicação, Ampliação e Adaptação de Áreas Físicas, iniciado em agosto de 2020, com projeção de investimentos de R$ 5.688.763,85 em estrutura física.


“Lidamos com vidas, e vida não tem preço. Tem que ser referência número um de qualquer governante e cidadão de mente sã, independente das dificuldades que existam pela frente”, frisou Caiado. “Um cidadão, como aqueles que estão ali sentados, quer ser chamado pelo nome, e não por números. Precisamos mostrar que, independentemente da condição social, as pessoas têm que ser respeitadas, e nós temos que fazer o que há de melhor na medicina”, completou.


Com área útil de 550 m², a nova recepção contou com investimento de R$ 2.017.961,55. O espaço é três vezes maior do que a estrutura atual e tem capacidade de atendimento de 232 acompanhantes e visitantes, além de adaptações para completa acessibilidade. Dez novos postos de atendimento se somam aos outros seis existentes na recepção da unidade. A concepção para a ambientação da recepção atende ao que preconiza a “Visita Aberta” da Política Nacional de Humanização (PNH).


A nova área recebeu o nome do médico Lindolfo de Barros, que faleceu em julho deste ano, aos 80 anos, vítima de complicações da Covid-19. O pediatra foi uma das maiores referências da especialidade no Brasil. “Dr. Lindolfo Barros foi na essência, na vida toda, aquilo que nós chamamos um médico: pessoa humana, caridosa, altamente competente e dedicada a sua profissão. Merece de nós todo respeito, e hoje ele está eternizado aqui”, ponderou Caiado.


Já na obra da passarela de interligação foram aplicados R$ 454.948,65. A construção conecta a nova recepção geral ao bloco de internação e estrutura de rampas e elevadores de acesso, com maior segurança, comodidade e capacidade de atendimento. “Essa unidade é símbolo de toda a expansão que fizemos até agora no Hugol. Um hospital pujante, que produz saúde e cuida das pessoas. Não temos um desse porte hoje nem na iniciativa privada”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Ismael Alexandrino.


Hugol

O secretário da Saúde lembrou o recebimento, pela unidade, do certificado ONA 2, concedido pela Organização Nacional de Acreditação em reconhecimento à qualidade dos serviços oferecidos. “Não é só vaidade e alegria que isso nos traz. Representa, sobretudo, qualidade e segurança para o paciente. É uma unidade que referencio para minha família e minha pessoa, pois este é o SUS que acredito e pelo qual luto no dia a dia para que seja construído”, completou Ismael Alexandrino.


O diretor-geral do Hugol, Hélio Ponciano, salientou que a meta é ser referência no atendimento do SUS no País. “Entendemos que o paciente, independentemente da sua categoria, merece o melhor, e a nossa busca é constante e incessante por essa melhoria”, pontuou. “Encontramos junto ao governo, nas pessoas do nosso governador e do nosso secretário, força para prosseguir nessa luta, apoio para seguir em frente e conseguir ser o maior, e talvez o melhor”, afirmou.


Localizada na região Noroeste de Goiânia, a unidade da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) é gerida pela Associação de Gestão, Inovação e Resultados em Saúde (Agir). Seu superintendente de Relações Institucionais, Sérgio Daher, afirmou que o Hugol vem desempenhando um papel “com bastante ética, agilidade e, acima de tudo, tratamento humanizado”. “Essa recepção, com certeza, irá dar oportunidade a nossos pacientes e familiares de um tratamento mais humano e uma segurança maior aos nossos colaboradores”, arrematou.


Outras ações Além das estruturas inauguradas hoje, outra adequação realizada foi a ampliação da UTI Coronariana, concluída em setembro de 2020. O local está em pleno funcionamento e reforça o perfil do Hugol, voltado para atendimentos de urgência e emergência clínicos e cirúrgicos, de média e alta complexidades.


Lá existiam duas unidades, com capacidade total de internações de 12 leitos. O ambiente passou por reforma para atender à demanda das cirurgias cardíacas, contando com 10 leitos de UTI, num investimento de R$ 175.513,04.


Fizeram parte dos serviços citados também a edificação de um novo muro de divisa entre o Hugol e a indústria vizinha, concluído em junho de 2021. Amparado em projeto base da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), a estrutura conta com 360 metros lineares de extensão e recebeu investimento total de R$ 208.858,33.


Ainda estão previstas a construção de um novo abrigo de resíduos e a adequação do espaço físico para a instalação do Serviço de Ressonância Magnética com aparelho de última geração, que complementará o parque de imaginologia da unidade.


Presença

Também estiveram presentes o secretário de Estado Tony Carlo (Comunicação); Roberto de Barros, filho do médico homenageado; os deputados estaduais Humberto Aidar, Cairo Salim e Charles Bento; vereador Dr. Gian Said, representante da Câmara Municipal de Goiânia; ex-deputado federal Daniel Vilela; os diretores do Hugol Luiz Arantes (Técnico) e Luiz Carlos Sampaio (Administrativo); superintendentes da Agir Lucas Silva (Executivo), Claudemiro Euzébio (Administração Financeira) e Dante Garcia (Gestão e Planejamento); assessor especial da governadoria Paulo Magalhães; coordenadora do projeto “Poesia em Tela” do Hugol, Lêda Selma; artista plástica Ana Carolina Borges, autora da pintura Sobrevoos, que compõe a ambiência da nova recepção do Hugol; saxofonista subtenente Monteiro e harpista Aline Araújo.

Da Secom- GO