Lima Souza news

Lima Souza news

radio

terça-feira, 30 de março de 2021

Quem é Flávia Arruda, a nova ministra da Secretaria do Governo Bolsonaro?

 


Deputada federal e ex-primeira-dama do DF, Flávia Arruda foi escolhida para assumir a Secretaria de Governo da Presidência da Repúbtlica O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou, nesta segunda-feira (29/3), a deputada federal Flávia Arruda (PL-DF) como a nova ministra da Secretaria de Governo da Presidência. Ela substituirá Luiz Eduardo Ramos.

A deputada federal ocupava, até então, a presidência da Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional. Durante as etapas para a votação do relatório da CMO, a parlamentar conseguiu ter uma atuação “habilidosa”, segundo congressistas ouvidos pelo Metrópoles. Ela integra o Centrão e é uma das aliadas mais próximas do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).


Embora pertença ao maior grupo político do Congresso Nacional, a indicação de Flávia Arruda tende a acalmar os ânimos de parlamentares do Centrão, mas não será suficiente para satisfazer o apetite do grupo, que vinha se queixando com o desprestígio do presidente Jair Bolsonaro. A pasta de Flávia, por exemplo, não tem orçamento próprio, mas é responsável pela articulação de pautas de interesse em comum entre o Palácio do Planalto e parlamentares.

Nas eleições de 2018, Flávia Arruda foi a mais votada na disputa pelas oito vagas do DF na Câmara dos Deputados. Em uma coligação formada pelo PL, PP, DEM, PHS, MDB e Avante, a parlamentar recebeu 121.340 votos. É a primeira vez que a brasiliense, casada com o ex-governador José Roberto Arruda (PL), ocupa um cargo eletivo.

Flávia estreou na política em 2014, como candidata a vice-governadora na conturbada chapa de Jofran Frejat, político que morreu em novembro de 2020. O nome dela surgiu como opção, uma vez que a Justiça Eleitoral havia indeferido a candidatura de José Roberto Arruda. Ele responde a processos pelo envolvimento na Operação Caixa de Pandora, ou Mensalão do DEM, que desvendou um dos mais rumorosos esquemas de corrupção já descobertos na história do DF.

Arruda chegou a ser preso e já tem condenação em decorrência das apurações que precipitaram sua saída do governo, em 2009.


História

Flávia Arruda nasceu em Taguatinga, no Distrito Federal, em 21 de janeiro de 1980. A parlamentar é formada em educação física pela Universidade Católica de Brasília e em direito no Centro Universitário Unieuro.


Antes de tornar-se política, Flávia Arruda foi apresentadora do programa Nossa Gente, da TV Bandeirantes. Ela também atuou em São Paulo como apresentadora de previsão do tempo.

Quando era primeira-dama, ela trabalhou com projetos sociais e criou o Mãezinha Brasiliense. O programa dava kit enxoval para mulheres grávidas e oferecia atendimento humanizado e prioritário na rede pública de saúde do DF. Segundo a assessoria da parlamentar, à época da iniciativa, 25 mil mães e bebês foram beneficiados, durante sete meses.

O suplente de Flávia Arruda e, enquanto ela estiver no governo federal, quem deve assumir o mandato na Câmara dos Deputados é o ex-deputado federal Laerte Bessa (PL).

informações do metropoles

segunda-feira, 29 de março de 2021

Cidades Ônibus terão reforço em linhas mais demandadas

 

Aumento de viagens será durante toda a manhã e à noite a partir desta segunda-feira (29)


Aumento de viagens será durante toda a manhã e à noite a partir desta segunda-feira (29)

A partir de segunda-feira (29), as linhas de ônibus mais demandadas por usuários do transporte público coletivo do DF terão reforço de viagens pela manhã e à noite. A medida da Secretaria de Transporte e Mobilidade é para atender às necessidades de deslocamento do público e dos trabalhadores das empresas que irão funcionar de acordo com as escalas de horário previstas no Decreto Distrital nº 41.913/2021.

A Secretaria de Transporte e Mobilidade determinou que seja mantida a utilização de 100% da frota, com especial atenção aos horários de pico

Conforme o decreto do GDF, as lojas do comércio de rua funcionarão das 11h às 20h, enquanto os shoppings e centros comerciais abrirão das 13h às 21h. Prestadores de serviços e outros estabelecimentos também terão horário de funcionamento limitado. Com isso, o pico de utilização do transporte público será diluído, com demanda estendida nas viagens de ida pela manhã e nas viagens de volta à noite.

A Secretaria de Transporte e Mobilidade determinou que seja mantida a utilização de 100% da frota, com especial atenção aos horários de pico. Além de manter todas as viagens nas tabelas horárias dos períodos de maior demanda, as operadoras terão de reforçar a oferta de ônibus durante toda a manhã, das 08 horas às 13 horas, e à noite, das 19 horas às 21 horas.

FONTE:https://www.dfmobilidade.com.br

Profissionais da segurança pública começam a ser vacinados em Goiás

 

                  O governador Ronaldo Caiado participou do início da imunização Foto: Divulgação Corpo de Bombeiros de Goiás


quinta-feira, 25 de março de 2021

Queiroga toma posse e quer vacinar 1 milhão por dia no País

 Número de óbitos nas últimas 24 horas ficou em 2 mil



© Rovena Rosa/Agência Brasil

O Brasil bateu hoje (24) a marca das 300 mil mortes por covid-19, dois meses e meio depois de ter chegado a 200 mil mortos, em 7 de janeiro de 2021. Já esta marca demorou pouco mais de cinco meses após a pandemia chegar aos 100 mil mortos, o que ocorreu em 8 de agosto de 2020.

Com 2.009 mil mortes nas últimas 24 horas, o total de vidas perdidas para a covid-19 totalizou 300.685. O número não inclui os óbitos ocorridos no Ceará, que alegou problemas técnicos para não enviar a atualização. Ontem (23), o número estava em 298.676.

Ainda há 3.446 mortes em investigação por equipes de saúde. Isso porque há casos em que o diagnóstico sobre a causa só sai após o óbito do paciente.

O total de novos casos registrados nas últimas 24 horas foi de 89.992. Com isso, a soma de pessoas atingidas pela doença desde o início da pandemia alcançou 12.220.011. Até ontem, o total de pessoas infectadas estava em 12.130.019.

As informações foram divulgadas pelo Ministério da Saúde em seu balanço diário, publicado na noite desta quarta-feira (24). A atualização é elaborada a partir das informações levantadas pelas autoridades estaduais e locais de saúde sobre casos e mortes provocados pela covid-19.

O número de pessoas recuperadas chegou a 10.689.646, e o de pacientes com casos ativos, em acompanhamento por equipes de saúde, ficou em 1.229.680.

Os dados em geral são mais baixos aos domingos e segundas-feiras pela menor quantidade de trabalhadores para fazer os novos registros de casos e mortes. Já às terças-feiras, a tendência é serem maiores, já que nesse dia o balanço recebe o acúmulo das informações não processadas no fim de semana.

Estados

ranking de estados com mais mortes pela covid-19 é liderado por São Paulo, com 68.904 registros. Em seguida, aparecem Rio de Janeiro (35.373), Minas Gerais (22.497), Rio Grande do Sul (17.748) e Paraná (14.454).

Já as unidades da federação com menos óbitos são Acre (1.210), Amapá (1.253), Roraima (1.301), Tocantins (1.860) e Sergipe (3.347).

Fonte: Agência Brasil

quarta-feira, 24 de março de 2021

Em reunião com Bolsonaro, governadores e presidentes de poderes, Caiado cita “ponto da convergência de todos para salvar vidas”

 


Encontro realizado em Brasília cria comitê nacional para enfrentamento da pandemia de Covid-19 no Brasil. Presidente da República diz que foco é definir estratégias para vacinação em massa, o mais rápido possível. Governador de Goiás representa pares durante entrevista coletiva. Segundo ele, a partir de agora haverá esforço ainda maior voltado para relacionamento diplomático em busca de parcerias com outros países, principalmente aqueles que têm imunizantes acima da necessidade local

“É o ponto da convergência de todos para salvar vidas”, afirmou o governador Ronaldo Caiado, nesta quarta-feira (24/03), após reunião no Palácio da Alvorada, em Brasília, com o presidente Jair Bolsonaro e representantes de poderes. Durante o encontro, ficou definida a criação de um comitê de coordenação nacional para o enfrentamento da pandemia de Covid-19 no Brasil. Ao representar os demais governadores das unidades federativas, Caiado destacou a importância da unidade. “A reunião teve um significado especial. Foi construído um ponto de concórdia”, disse.

Veja também
“Vou me sentir realizado na hora em que puder assistir os 7,2 milhões de goianos sendo vacinados”, diz Caiado ao receber primeira dose da CoronaVac

Segundo o governador, a partir de agora, haverá um esforço ainda maior para um relacionamento diplomático em busca de parcerias com outros países, principalmente aqueles que têm vacinas acima da necessidade local. Além disso, a expectativa é “sensibilizar os laboratórios que hoje têm a tecnologia para que outros também possam produzir, já que temos uma demanda de 8 bilhões de pessoas no planeta”, afirmou. Para Ronaldo Caiado, agora é a hora de “mostrarmos cada vez mais solidariedade e que todos nós temos a responsabilidade de salvar vidas”, enfatizou.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, classificou a reunião como “bastante proveitosa” e comentou que imperou a “harmonia e solidariedade” com o intuito de reduzir os efeitos da pandemia. O presidente assegurou ainda que o foco é imunizar o maior número de pessoas o mais rápido possível. “A vida em primeiro lugar. A intenção é, cada vez mais, nos dedicarmos à vacinação em massa no Brasil.”Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga apontou como imprescindível o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) de forma articulada, nos três níveis: União, Estados e municípios, para melhor atendimento da população. “O sistema de Saúde do Brasil dará as respostas que a população brasileira quer, sobretudo após uma reunião como esta, em que toda a nação se une por meio dos chefes dos poderes para que cumpramos o nosso dever”, assinalou.

Também presentes no encontro, os presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Pacheco e Arthur Lira, firmaram o compromisso de auxiliar os governos federal, estaduais e municipais no enfrentamento à Covid-19. “Fiquei incumbido de tratar com os governadores, ouvir a demanda de todos e trazer para o comitê”, declarou Pacheco. Já Arthur Lira anunciou que poderá ser votado ainda nesta quarta-feira (24/03), no Congresso Nacional, projeto que prevê a ampliação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e enfermarias em parceria com a iniciativa privada, que, nas palavras do presidente “não se nega também a participar dessa luta num só caminho, numa só direção.”

Durante a entrevista coletiva, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, sustentou que o poder Judiciário fará sua contribuição junto ao comitê, apesar de não poder integrá-lo de forma efetiva. Entre os objetivos está a redução de processos relacionados à saúde. “Como esse problema da pandemia exige situações rápidas, vamos verificar estratégias capazes de evitar a judicialização, que é um fator de demora na tomada de decisões”, pontuou. Luiz Fux se solidarizou com as famílias enlutadas, agradeceu o empenho dos profissionais de saúde e disse que a reunião significa “exemplo e esperança”.

Participaram ainda do encontro os ministros de Estado Paulo Guedes (Economia), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Onyx Lorenzoni (Secretaria-Geral), Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), entre outros; o ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário; o advogado-Geral da União, José Levi Mello do Amaral Júnior; o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto; o procurador-geral da República, Augusto Aras; o vice-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Bruno Dantas; e os governadores Romeu Zema (Minas Gerais), José Renan Vasconcelos Calheiros Filho (Alagoas), Wilson Miranda Lima (Amazonas), Carlos Massa Ratinho Júnior (Paraná), e Coronel Marcos Rocha (Rondônia).

Foto: Cristiano Borges

Legenda
Ronaldo Caiado participa de reunião, em Brasília, com presidente Jair Bolsonaro, governadores e presidentes de poderes: comitê criado pretende acelerar imunização contra Covid-19 no Brasil, por meio de parcerias com iniciativa privada e países que têm excedente de vacinas

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

CNI APONTA MEDIDAS PARA RETOMADA ECONÔMICA


  A Confederação Nacional da Indústria apresentou, ontem, uma série de medidas que considera essenciais para a retomada da economia, incluindo ações mais urgentes para o ano pré-eleitoral. Na avaliação da instituição, 2021 é um ano estratégico para as pautas avançarem já que não haverá eleições no País e os congressistas podem concentrar esforços em promover ajustes que aumentem e melhorem o ambiente de negócios. O documento foi entregue ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). A Agenda Legislativa –que este ano completa 26 anos de existência– apresenta, ao todo, 140 proposições, incluindo uma “pauta mínima”, que destaca 14 projetos prioritários, divididos em 12 temas.

FONTE:http://www.caldeiraopolitico.com.br

segunda-feira, 22 de março de 2021

#UMNOVOTEMPO | Vacinação


Nessa etapa poderão ser vacinados em Águas Lindas:
- Pessoas de 70 anos ou mais
- Pessoas de 60 anos ou mais acamadas (Em Leito)
- Profissionais da Linha de Frente
E também no drive-thru no Águas Lindas Shopping
Prefeitura de Águas Lindas
Um Novo Tempo

Curtir
Comentar
Compartilhar

Distrito Federal recebe mais 48.250 doses de vacinas contra a covid

Os lotes chegaram neste sábado (20). As marcas são: Coronavac e Astrazeneca

 A Secretaria de Saúde informa que recebeu, na manhã deste sábado (20), o quantitativo de 48 mil doses da Coronavac e 250 da Astrazeneca, que já foram devidamente conferidas. O Comitê de Vacinação terá reunião extraordinária, na tarde de hoje, para definição dos novos grupos de idosos a serem contemplados.

Também serão incluídos, nesta semana, novos grupos de profissionais de saúde que trabalham em consultórios, clínicas, laboratórios, farmácias, funerárias e no Instituto Médico Legal (IML).

Esses profissionais serão vacinados exclusivamente por meio de agendamento feito no site vacina.df.gov.br. O agendamento só será disponibilizado depois que as entidades representativas das categorias encaminharem para a Secretaria de Saúde a lista dos beneficiados com os respectivos CPFs.

fonte:https://www.politicadistrital.com.br/

sexta-feira, 19 de março de 2021

Corpo de Bombeiros combate incêndio no Fórum de Samambaia

 


Chamado foi registrado por volta das 12h50 desta terça-feira (18/3), quando as chamas começaram no segundo andar

Divulgação/CBMDF
O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, atendeu um chamado, no início da tarde desta quinta-feira (18/3), para combater um incêndio que atingiu o Fórum Desembargador Raimundo Macedo, em Samambaia Sul.

O incêndio ocorreu em uma seção administrativa localizada no 2º andar da edificação, não atingindo áreas ao redor., sendo que quando os Bombeiros chegaram ao local às chamas já tinham sido controladas pelos brigadistas.

Duas pessoas que se encontravam no 3º andar, foram auxiliadas pela na evacuação do local, sendo avaliadas pelos socorristas, não havendo necessidade de transporte e foram liberadas.

Uma terceira pessoa sentiu desconforto respiratório após inalação de fumaça, foi avaliado pelos militares que ofertaram oxigênio e em poucos minutos se sentiu confortável e foi liberado.

Incêndio atingiu o Fórum Desembargador Raimundo Macedo, em Samambaia Sul.Divulgação/CBMDF 

Duas mulheres receberam o atendimento da equipe de socorro por terem inalado fumaçaDivulgação/CBMDF

Fonte: metropoles


Governo assina contrato de 138 milhões de doses de vacina


 Do total de imunizantes, 38 milhões serão da Janssen e 100 milhões de doses da Pfizer

138 milhões de doses de vacina contra a Covid-19. Esse é o total prometido nos contratos firmados entre o Governo Federal com as farmacêuticas Janssen, do grupo Johnson & Johnson.

Do total de imunizantes, 38 milhões serão da Janssen e 100 milhões de doses da Pfizer.

Vale lembrar que as vacinas da Pfizer e da AstraZeneca/Oxford já obtiveram registro definitivo pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O imunizante da Janssen não tem essa patente e nem autorização para uso emergencial. Porém, essa vacina já foi aprovada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para uso emergencial.

A vacina da Janssen é a única que pode ser aplicada em uma dose por pessoa. O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, já havia anunciado nos últimos dias que o governo federal firmaria esse e mais contratos.

No acordo, o Brasil pagará dez dólares por cada dose de vacina da Pfizer, cerca de 1 US$ bilhão no total. O contrato da Janssen tem o mesmo valor por dose, mas dividido em parcelas. A primeira custará US$ 95 milhões.

A previsão de entrega das 38 milhões de doses da Janssen é o quarto trimestre de 2021. As doses da Pfizer chegarão em dois lotes, de acordo com o acordo.

Segundo trimestre de 2021: 13.518.180 doses
Terceiro trimestre de 2021: 86.482.890 doses

Fonte: http://informatudodf.com.br

quinta-feira, 18 de março de 2021

Nota de Esclarecimento

 



A Prefeitura de Águas Lindas de Goiás informa que, em relação à notícia de eventual denúncia ocorrida junto ao Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás, relativa a irregularidades nas exigências de habilitação contida no edital de pregão presencial que visa a aquisição de oxigênio medicinal e afins , ainda não foi oficializada pelo TCM.


No que concerne aos trâmites Processuais, nos compete informar que todos os procedimentos licitatórios da prefeitura, na atual gestão, são pautados pela legislação em vigor, e sendo identificada qualquer irregularidades elas serão corrigidas imediatamente.


Referente ao edital em questão foi apresentada uma impugnação, a qual foi acatada parcialmente e teve a decisão publicada nos meios de costume.


Esses são os esclarecimentos que temos a fazer com base nas informações disponíveis.


#prefeitura #secom #aguaslindasdegoias #umnovotempo