Lima Souza news

Lima Souza news

radio

terça-feira, 30 de março de 2021

Quem é Flávia Arruda, a nova ministra da Secretaria do Governo Bolsonaro?

 


Deputada federal e ex-primeira-dama do DF, Flávia Arruda foi escolhida para assumir a Secretaria de Governo da Presidência da Repúbtlica O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou, nesta segunda-feira (29/3), a deputada federal Flávia Arruda (PL-DF) como a nova ministra da Secretaria de Governo da Presidência. Ela substituirá Luiz Eduardo Ramos.

A deputada federal ocupava, até então, a presidência da Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional. Durante as etapas para a votação do relatório da CMO, a parlamentar conseguiu ter uma atuação “habilidosa”, segundo congressistas ouvidos pelo Metrópoles. Ela integra o Centrão e é uma das aliadas mais próximas do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).


Embora pertença ao maior grupo político do Congresso Nacional, a indicação de Flávia Arruda tende a acalmar os ânimos de parlamentares do Centrão, mas não será suficiente para satisfazer o apetite do grupo, que vinha se queixando com o desprestígio do presidente Jair Bolsonaro. A pasta de Flávia, por exemplo, não tem orçamento próprio, mas é responsável pela articulação de pautas de interesse em comum entre o Palácio do Planalto e parlamentares.

Nas eleições de 2018, Flávia Arruda foi a mais votada na disputa pelas oito vagas do DF na Câmara dos Deputados. Em uma coligação formada pelo PL, PP, DEM, PHS, MDB e Avante, a parlamentar recebeu 121.340 votos. É a primeira vez que a brasiliense, casada com o ex-governador José Roberto Arruda (PL), ocupa um cargo eletivo.

Flávia estreou na política em 2014, como candidata a vice-governadora na conturbada chapa de Jofran Frejat, político que morreu em novembro de 2020. O nome dela surgiu como opção, uma vez que a Justiça Eleitoral havia indeferido a candidatura de José Roberto Arruda. Ele responde a processos pelo envolvimento na Operação Caixa de Pandora, ou Mensalão do DEM, que desvendou um dos mais rumorosos esquemas de corrupção já descobertos na história do DF.

Arruda chegou a ser preso e já tem condenação em decorrência das apurações que precipitaram sua saída do governo, em 2009.


História

Flávia Arruda nasceu em Taguatinga, no Distrito Federal, em 21 de janeiro de 1980. A parlamentar é formada em educação física pela Universidade Católica de Brasília e em direito no Centro Universitário Unieuro.


Antes de tornar-se política, Flávia Arruda foi apresentadora do programa Nossa Gente, da TV Bandeirantes. Ela também atuou em São Paulo como apresentadora de previsão do tempo.

Quando era primeira-dama, ela trabalhou com projetos sociais e criou o Mãezinha Brasiliense. O programa dava kit enxoval para mulheres grávidas e oferecia atendimento humanizado e prioritário na rede pública de saúde do DF. Segundo a assessoria da parlamentar, à época da iniciativa, 25 mil mães e bebês foram beneficiados, durante sete meses.

O suplente de Flávia Arruda e, enquanto ela estiver no governo federal, quem deve assumir o mandato na Câmara dos Deputados é o ex-deputado federal Laerte Bessa (PL).

informações do metropoles

Nenhum comentário:

Postar um comentário