INAUGURAÇÃO E REFORMA DAS CRECHES

INAUGURAÇÃO E REFORMA DAS CRECHES

quinta-feira, 31 de agosto de 2023

SAÚDE | COVID-19 Goiás: casos de Covid-19 voltam a crescer no estado

 


A taxa de positividade saltou de 9% em julho para 15% neste mês de agosto

No estado de Goiás houve um aumento considerável na positividade para Covid-19 nas amostras coletadas na região. A taxa de positividade saltou de 9% em julho para 15% neste mês de agosto. Nove municípios registraram maior número de casos e estão em situação de alerta. 

No município de Avelinópolis, houve um crescimento de 150%, saindo de 20 casos, em uma semana, para 50, na semana seguinte. 

A cidade de Goiás, que tinha 24 confirmações, saltou para 75  —  crescimento de 212%. Os municípios de São João da Paraúna, Santa Rosa, Araçu , Campo Limpo de Goiás, Barro Alto, Heitoraí e Anicuns também estão em alerta. 

Para a infectologista Tânia Vergara, esse aumento de casos já era esperado, tendo em vista que o ciclo vacinal na população tem diminuído e outras cepas estão aparecendo. 

“Nós já estávamos esperando o aumento do número de casos. A variante que está circulando é a EG.5. Provavelmente é ela que está provocando esse aumento de número de casos .É uma variante com muitas mutações, por isso tem uma transmissibilidade maior, mas até o momento, ela não se apresentou mais grave que as outras variações, entretanto, aquelas pessoas que têm possibilidade de evoluir de forma mais grave como idosos, imunodeprimidos, diabéticos, claro que se forem expostos poderão evoluir de forma grave”, afirmou. 

Até o momento, mais de 15 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 já foram aplicadas em Goiás. A infectologista destaca que essa é a forma mais eficaz de prevenção contra a doença. 

“O que nós devemos fazer é ter a nossa vacinação em dia. A vacina está disponível em todas as unidades de atenção primária à saúde. Não deixe de se vacinar”, destacou. 

Além da vacinação, outras medidas continuam sendo recomendadas, como higienização das mãos com álcool 70% ou com  água e sabão —  e o uso de máscaras por pessoas com sintomas gripais na ocorrência de surtos de síndrome gripal em determinado local ou instituição e por profissionais de saúde.
 



Fonte: Brasil 61

Nenhum comentário:

Postar um comentário