saude

saude

segunda-feira, 26 de junho de 2023

Antonio Cruz/ Agência Brasil ECONOMIA | BANCO CENTRAL Pix automático entra em vigor em abril de 2024 e deve facilitar compras a crédito

 


Modalidade tende a substituir o débito em conta

 

A nova função do Pix Automático, prevista para entrar em vigor em abril de 2024 pelo Banco Central, deve incrementar a economia e facilitar ainda mais a vida do cidadão, tanto o que oferta serviços como também quem consome. A boa notícia é que se a pessoa é daquelas que esquece de pagar alguma pendência por conta da correria do dia a dia, agora vai poder agendar esse serviço de maneira automática, pontual e descomplicada.

Segundo o economista Luigi Mauri, a notícia é considerada muito importante para a economia brasileira, pois  o Brasil hoje já está entre os principais movimentadores de operações digitais. “Hoje a gente tem principalmente grandes empresas que podem fazer essa parceria com os bancos: Como empresas de telefonia, por exemplo.Para cobrar de maneira automática ajuda bastante a vida do consumidor”, ressalta.

Atualmente, apenas grandes empresas usufruem desse serviço, já que demandam de um alinhamento anterior com os bancos. A novidade é que, a partir do ano que vem, teremos  essa ferramenta promissora ao alcance de qualquer estabelecimento, seja ele de pequeno ou médio porte.

Luigi Mauri ressalta que o Pix deixa a economia muito mais dinâmica, inclusive agora em uma fase pós pandêmica, quando as pessoas estão consumindo cada vez mais — o que aumenta a a possibilidade de alavancar o consumo. “Pensando principalmente para o pequeno empresário, quem tem comércios pequenos, faz prestação de serviços, o MEI e o Pix já ajudam bastante por não ter taxas, como é o caso da maquininha de cartão”, explica. 

O especialista ainda reforça que não só escolas e academias vão se beneficiar, mas principalmente trabalhadores autônomo, como os que prestam serviços de informática,  profissionais da  área de beleza estética. Eles poderão cobrar dos seus clientes de maneira automática — e principalmente sem taxas.

O comerciante Celso Pereira da Silva, proprietário de uma lavanderia no Gama, cidade-satélite do DF, diz  que aprova a ferramenta digital por ser uma maneira menos complexa. Por isso revela que o PIX automático será de grande valia “O Pix é uma forma eficiente e eficaz de pagamento direto. Sem muita enrolação... e pá pum, lançou. Isso é bom pro sistema financeiro, fica mais claro, menos burocracia”, enfatiza.



Fonte: Brasil 61

Nenhum comentário:

Postar um comentário