topo

topo

sábado, 17 de dezembro de 2022

ECONOMIA | INDÚSTRIA Produtividade de empresas chega a crescer mais de 80% com mentoria do programa Brasil Mais


 O programa Brasil Mais, em dois anos de atuação, já atendeu mais de 117 mil empresas em todo o país. A iniciativa ajuda micro e pequenas empresas e indústrias com aumento de produtividade, redução de gastos e transformação digital com ferramentas simples e de baixo custo, além da melhoria da gestão dos negócios.

O projeto é coordenado pela Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, em parceria com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). A execução é do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

No Paraná, o Brasil Mais conta com o apoio da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP). A empresa do ramo alimentício Carob House conheceu o projeto por meio dessa parceria. Com sede em Campina Grande do Sul, a indústria fabrica produtos com alfarroba em substituição ao cacau, e o negócio decolou após a mentoria do programa.

A CEO da Carob House e presidente do Sindicato das Indústrias de Cacau e Balas, Massas Alimentícias e Biscoitos, de Doces e Conservas Alimentícias do Estado do Paraná, Eloisa Helena Orlandi, afirma que o subsídio dado pelo programa foi importante para que mais empresas aderissem à iniciativa. A CEO também ressalta que a participação da Carob House no programa Brasil Mais foi essencial para alavancar os negócios.

“Eu tenho sentido uma melhora muito grande em não apenas ter participado do programa Brasil Mais, mas também pela mudança de conceito, de pensamento, que me motivou a dar continuidade nesse programa através da contratação de um profissional para ser um supervisor industrial dentro dessa filosofia da manufatura enxuta”, declara Eloisa Orlandi.

A CEO da Carob House conta que em algumas áreas da empresa, os ganhos chegaram a 83%. Isso evidencia que o negócio tinha espaço para crescer mais e aumentar a competitividade da indústria brasileira no setor, segundo a empresária. 

“Eu recomendo muito a participação das empresas, porque melhor que ganhar é não perder aquilo que a gente ganha. Então o programa é sim bastante eficiente, é eficaz e, mais que tudo, está se tornando acessível por essa iniciativa da CNI [Confederação Nacional da Indústria], com as Federações das Indústrias e o apoio do governo federal.”, indica a presidente do Sincabima.

Produtividade

A Carob House não foi a única com aumento significativo na produtividade após orientação no programa Brasil Mais. De acordo com o Ministério da Economia, foram 1.776 atendimentos de indústrias entre 2020 e 2022. As empresas participantes tiveram um aumento médio de 68% na produtividade, 68,9% em redução de movimentação e 31% na diminuição de perdas materiais.

Ainda segundo o Ministério da Economia, entre as 112 mil micro e pequenas empresas participantes, a produtividade aumentou em média 22% e o faturamento subiu aproximadamente 8%. A deputada federal Luísa Canziani (PSD-PR) ressalta a relevância de iniciativas como o programa Brasil Mais na melhoria da competitividade das empresas brasileiras e na recuperação da economia.

“Acreditamos muito no programa Brasil Mais e nos vários outros projetos que incentivam a modernização, inovação, desenvolvimento e aplicação da tecnologia. São ações fundamentais para o fortalecimento da nossa cadeia produtiva como um todo e que tornarão nossa indústrias mais competitivas, movimentando toda a economia.”, afirma a deputada.



Fonte: Brasil 61

Nenhum comentário:

Postar um comentário