topo teste

topo teste

domingo, 27 de novembro de 2022

Prefeitura de Valparaíso investe quase 4 vezes mais em decoração de natal, do que na ampliação do Hospital Municipal



 Decoração natalina na entrada do Valparaíso I em 2017 / Foto: Reprodução (Prefeitura Municipal de

 Valparaíso)

A praça da Etapa A, no Valparaíso I, já começou a receber os enfeites de natal alugados pela prefeitura de Valparaíso de Goiás. Para decorar os pontos centrais da cidade este ano, o governo do prefeito Pábio Mossoró (MDB) e da vice Zeli Fritsche (PRTB) empenhou quase R$ 2 milhões no dia 01 de novembro, num investimento que destoa, por exemplo, dos apenas R$ 558 mil pretendidos na ampliação do Hospital Municipal para a criação da maternidade pública da cidade. A diferença entre as prioridades demonstrada nos valores, também está aparente na grande desigualdade da agilidade dos processos de contratação, pois enquanto o aluguel dos pisca piscas está sendo feito a partir da aditivação do contrato do ano anterior, que já havia sido alvo de suspeitas com seus 27 dias de trâmite totais, as obras do hospital foram licitadas três, em 2020, 2021 e agora em maio de 2022. O instituto do “Termo Aditivo”, que está sendo usado para alugar os enfeites a ‘toque de caixa’, é uma estratégia normalmente empregada apenas em casos de urgência, já que dispensa a busca pelos menores preços através da licitação e dá menos transparência no gasto público. Para agravar o obscurantismo do ‘procedimento de emergência’ adotado para pagar R$ 2 milhões em luzinhas de natal, o aditivo e o contrato original da prefeitura valparaisense com a Construtora São Bento LTDA. aparecem ambos com o mesmo Bruno Ricardo Lima e Silva como responsável pela empresa, porém a assinatura nos dois documentos são completamente diferentes, apontando para a possibilidade de irregularidades.

Consultada sobre o procedimento para firmar a contratação de aluguel dos enfeites natalinos por um valor tão alto, a prefeitura de Valparaíso não retornou ao jornal. Veja na íntegra do contrato original de locação da decoração de natal e o termo aditivo, que driblou a necessidade de licitar o serviço:no site do https://jornalopiniaodoentorno.com.br/prefeitura-de-valparaiso-investe-quase-4-vezes-mais-em-decoracao-de-natal-do-que-na-ampliacao-do-hospital-municipal/ E também o 1º Termo aditivo do contrato 100.111/2021 para locação de enfeites natalinos pela prefeitura de Valparaíso em 2022, sem licitação Fonte:https://jornalopiniaodoentorno.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário