FUNDO: 100

quinta-feira, 16 de junho de 2022

*"Não serei governador copa do mundo", diz Mendanha em Caiapônia*

 

                       Foto Rodrigo Estrela 

O pré-candidato ao Governo de Goiás, Gustavo Mendanha (Patriota), disse que estará presente nos municípios goianos durante os quatro anos de gestão. O governadoriável criticou a agenda no interior do atual governador intensificada apenas no período eleitoral. "Não serei um governador copa do mundo, que só aparece de quatro em quatro anos", disse Mendanha. 

A reunião no município contou com a participação de lideranças religiosas e locais, que reforçaram as queixas da má qualidade na distribuição de energia elétrica e das condições ruins das rodovias. Em sua agenda pelo interior, Mendanha tem ouvido constantemente que esses dois problemas comprometem os resultados do agronegócio. 

Mendanha tem percorrido todo o estado para ouvir das lideranças locais as principais necessidades de cada região. O objetivo é elaborar propostas que serão contempladas no Plano de Gestão. 

No documento oficial, que será registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), todos os projetos serão detalhados com o custo, as equipes envolvidas, de onde vão vir os recursos, o cronograma de execução, além dos indicadores e metas. 

O Plano de Gestão do governadoriável prevê ainda a criação de uma secretaria que dará suporte aos municípios. Uma das atividades dessa pasta está a presença permanente do governo nos municípios, inclusive com Gustavo Mendanha despachando nas cidades periodicamente. 

O pré-candidato estava acompanhado da deputada federal Magda Moffato (PL); do presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Aparecida, André Fortaleza (MDB); além dos ex-prefeitos de Bom Jardim e Quirinópolis, Cleudes Bernardes, Baré (PSBD) e Gilmar Alves (Agir 36), respectivamente. 

Após reunião em Caiapônia, a comitiva seguiu para Doverlândia, onde Mendanha recebeu uma Moção de Aplausos,  proposta pelo vereador Manoel Menezes (Progressistas).

Nenhum comentário:

Postar um comentário