Lima Souza news

Lima Souza news

radio

quarta-feira, 20 de março de 2013

Empresa que causou erosão no Mansões Odisseia é autuada



Rua afetada receberá equipe da prefeitura para fazer o cascalhamento.
Desde o início da gestão, o prefeito Hildo do Candango tomou conhecimento do problema que preocupa a população da quadra 25B no setor Mansões Odisseia, a erosão que já tem mais de cinco metros de profundidade. Para isso o prefeito solicitou que o secretário de Obras procurasse a empresa para que resolvesse o problema.
Uma equipe de fiscais da Secretaria de Habitação foi ao local no ínicio da tarde desta quarta-feira (20) para verificar as condições da rua. Onde foi verificado que a enorme erosão foi causadamesmo por uma construtora, que ao construir um condomínio de casas populares canalizou toda a água da chuva para essa avenida.
Após inúmeras conversas, a empresa não tomou nenhuma atitude e diante disso a Prefeitura vai resolver o problema. Na próxima sexta-feira (22), uma equipe da Secretaria de Obras vai para o local fazer o cascalhamento, para tampar de uma vez o enorme buraco.
De acordo com o secretário de Obras, Vicente Manoel a empresa já foi procurada para resolver esse problema várias vezes. E até o momento nada foi resolvido. “Já que a construtora não resolveu nada, o nosso prefeito Hildo do Candango solicitou que a gente resolva o mais rápido possível, e para isso vamos levar uma equipe para fazer o cascalhamento dessa erosão na próxima sexta, já que no momento estamos tampando outra erosão do Jardim Paraíso”.
O secretário de Habitação, Otávio Rodrigues afirmou que os fiscais constataram que a erosão foi causada pelo grande volume de água que sai do condomínio que a empresa está construindo. Por conta disso, a empresa foi autuada e recebeu o prazo de 24 horas para apresentar um projeto de drenagem e escoamento de águas pluviais e demais projetos referentes a regulação da obra, referente aoCòdigo de Obras Municipais 195/99.
“Se eles não trouxerem esse projeto no tempo estipulado e não nos derem um posicionamento para que o problema não volte , teremos que tomar atitudes mais drásticas, inclusive embargar a obra”, completou Otávio.
Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura
Fotos: Antonio Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário