topo teste

topo teste

quinta-feira, 29 de dezembro de 2022

Saúde Goiás Governo descentraliza serviços para retirada de medicamentos nas policlínicas

 

Mais de 16 mil pacientes retiram remédios de alto custo em quatro unidades no interior do estado. Pedido de medicamento também ficou mais fácil com possibilidade de ser feito por internet


Por: RedaçãoFonte: Secom Goiás
Foto: Reprodução/Secom Goiás
Foto: Reprodução/Secom Goiás

Como parte da política de regionalização da saúde, o Governo de Goiás promoveu a descentralização dos serviços da Central Estadual de Medicamentos de Alto Custo Juarez Barbosa (Cemac), administrada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

A dispensação dos medicamentos da central deixou de acontecer só em Goiânia e está disponível nas policlínicas de Posse, Goianésia, Quirinópolis e Formosa.

Neste ano, de janeiro até 14 de dezembro, houve a abertura de 3.678 novos processos para retirada de remédios nas policlínicas, com o total de 16.628 pacientes beneficiados com esse tipo de serviço.

Somente em Quirinópolis, existem 7.721 usuários cadastrados. A medida facilitou o acesso aos produtos e garantiu mais comodidade ao paciente. Isso porque o cadastro e a distribuição de medicamentos passaram a ser feitos na própria policlínica.

A distribuição regionalizada também diminuiu o tempo de espera pelos medicamentos. “Antes, os pacientes residentes em municípios do interior demoravam até 30 dias para receber os medicamentos”, informou o diretor-geral da Cemac, Roney Pereira Pinto.

O Juarez Barbosa disponibiliza 147 medicamentos utilizados no tratamento de 102 doenças, entre elas síndromes graves e problemas de saúde crônicos. Conforme levantamento da SES, a unidade presta atendimento a mais de 1,3 mil pessoas por dia.

Medicamentos na Farmácia Digital

Em dezembro, a Cemac lançou, por meio do Portal Expresso, o serviço de abertura de processo para retirada de medicamentos. Para efetuar o procedimento, basta acessar o Expresso no endereçowww.go.gov.bre procurar pelo serviço Solicitar Medicamentos de Alto Custo – CEMAC JB. A identificação deve ser feita por meio do login e senha utilizados na plataforma gov.br.

O sistema Farmácia Digital é uma iniciativa pioneira do Governo de Goiás. A iniciativa foi desenvolvida por meio da equipe de tecnologia da SES e motivou convite do governo federal para apresentação da plataforma a outros estados. A próxima etapa é a certificação do sistema, que também permite fazer consulta, renovação e acompanhamento de processos.

Para abrir processo na Cemac Juarez Barbosa, o usuário deve ter receita ou relatório médico, contendo duas informações: princípio ativo do medicamento e o CID da patologia.

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde - Governo de Goiás

Nenhum comentário:

Postar um comentário