saude

saude

sexta-feira, 26 de janeiro de 2024

Goiânia atinge marca de 17 dias sem homicídios

 

Dados da Segurança Pública revelam redução da criminalidade

EM RELAÇÃO A OUTROS CRIMES, COMO ROUBO A CARGA E ROUBO A INSTITUIÇÃO FINANCEIRA, NENHUMA OCORRÊNCIA FOI REGISTRADA ENTRE OS DIAS 1º E 15 DE JANEIRO DE 2024


Durante o período de 7 a 23 de janeiro de 2024, o Governo de Goiás alcançou a marca de 17 dias sem ocorrências de homicídios em Goiânia, conforme relatado pelo Comando de Policiamento da Capital, unidade da Polícia Militar do estado. Além disso, no intervalo de 1º a 15 de janeiro, não foram registrados casos de latrocínio, roubo a carga, roubo a instituição financeira ou lesão corporal seguida de morte na capital.

Em encontro realizado no dia 10, junto à cúpula da Segurança Pública do Estado, o governador Ronaldo Caiado enalteceu o trabalho da equipe: “Sou extremamente orgulhoso de liderar um Estado com esta equipe de segurança”,

De acordo com o comunicado oficial da Polícia Militar, o resultado é atribuído ao planejamento estratégico das unidades operacionais.

Para o secretário de Segurança Pública de Goiás, Renato Brum, Goiás apresenta redução nos índices de criminalidade há cinco anos consecutivos, resultado de ações de organização, planejamento e integração com as forças federais de segurança. Outro fator primordial, segundo o secretário, foi a ênfase no controle carcerário. “Muitos desses crimes que ocorriam fora dos presídios eram mandados lá de dentro” disse Brum.

Observatório

Segundo dados do Observatório de Segurança Pública do Estado, os índices de criminalidade recuaram em até 89,8% em Goiás nos últimos cinco anos. Uma das reduções mais expressivas diz respeito ao roubo de veículos (-89,8%): foram 1.029 no ano passado, ante 10.103 casos em 2018. Já crimes como furto e roubo a transeunte tiveram queda de 85,8% e 83%, respectivamente. Latrocínio, que é o roubo seguido de morte, caiu 86,7% – foram 14 casos em 2023 e 105 no ano de 2018. O Estado registrou, ainda, queda de 50,8% no número de homicídios dolosos em 2023, na comparação com 2018.

Crimes de lesão seguida de morte tiveram queda de 55,7% no período avaliado 61 em 2018 e 27 no ano passado. Outros indicadores de destaque são o homicídio tentado (-20,6%), estupros (-10,5%), roubo em comércio (-81,8%), roubo de carga (-90,6%), roubo em residência (-75,9%) e furto de veículos (-60,1%).


Fonte:  https://www.dm.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário