saude

saude

domingo, 10 de setembro de 2023

ECONOMIA | SUSTENTABILIDADE / Pré-COP28: CNI reúne setor industrial para debater a agenda climática global

 

Evento acontece na próxima terça-feira (12), em Brasília, e vai adiantar os debates da 28ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas

Reunir os representantes do setor industrial para debater propostas e dialogar com o governo sobre os desafios e as oportunidades da agenda climática global. Essa é a proposta do "Diálogo Pré-COP28: o papel da indústria na agenda de clima". O evento é organizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), na próxima terça-feira (12), na sede da entidade em Brasília, das 9h às 18h30, com transmissão online pelo canal da CNI no Youtube.

A ideia é discutir o papel da indústria para o desenvolvimento sustentável, além de adiantar os debates e propostas que serão levadas pelo Brasil até Dubai, em novembro deste ano, na 28ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas — a COP28. Na ocasião, os participantes vão poder acompanhar painéis ministrados por especialistas e representantes do setor industrial e do governo para falar sobre transição energética, financiamento sustentável e estratégias voltadas para a descarbonização da economia.

Também serão discutidos temas como aquecimento global, tecnologia e inovação. O gerente-executivo de Meio Ambiente e Sustentabilidade da CNI, Davi Bomtempo, detalha a programação do evento.

“Em um primeiro momento vai ser discutido como que outras entidades internacionais estão vendo as expectativas em relação aos encaminhamentos da COP28. Vamos falar também de transição energética envolvendo algumas empresas e associações. Vamos falar também de um tema muito importante que é o financiamento; um tema horizontal que vem sendo discutido em várias edições anteriores e na próxima também vai continuar sendo discutido. Tem assuntos mais operacionais como mercado de carbono, questões relacionadas à adaptação climática.”

“Então é uma agenda bastante completa, forte, mas que o Brasil tem bastante capacidade de influenciar em prol das suas especificidades que vão colocar cada vez mais o país em termos de competitividade no cenário internacional”, detalha.

Durante o evento, está programado o lançamento de um estudo sobre energia eólica offshore para identificar o potencial do Brasil na geração desse tipo de renovável. 

Hidrogênio Verde: especialistas defendem criação de marco legal para o setor

Declaração da Cúpula da Amazônia frustra as expectativas de ambientalistas

Mercado de crédito de carbono pode movimentar US$ 50 bi até 2030, diz estudo

Confira a programação: 12/09/2023

08h30 - 09h  Credenciamento
09h - 10h  Abertura
10h - 10h20  Keynote Session - Os Desafios do Aquecimento Global: Cenários Climáticos e o Impacto para o Brasil
10h20 - 11h10  Sessão Especial 1 - Visão do Brasil para a COP28
11h10 - 11h30  Sessão Especial 2 - Instituto Amazônia +21
11h30 - 12h30  Painel 1 - As Expectativas do Setor Privado para a COP28
12h30 - 13h  Sessão Especial 3 - Apresentação do Sistema de Registro Nacional de Emissões (Sirene) Organizacionais
13h - 14h  Brunch de Networking
14h - 15h  Painel 2 - Transição Energética
15h - 16h  Painel 3 - A Importância do Financiamento Sustentável nas Cadeias de Valor
16h - 16h30  Sessão Especial 4 - O Pilar Social do ESG Impulsionando a Indústria
16h30 - 17h30  Painel 4 - Estratégias Empresariais Voltadas à Descarbonização
17h30 - 18h  Sessão Especial 5 - Oportunidades da Inovação Orientadas por Missões para a Indústria
18h - 18h30  Encerramento

Entre os palestrantes convidados está o professor da Universidade de Columbia e prêmio Nobel de Economia, Josehp Stiglitz, que vai falar sobre o papel estratégico do Brasil na transição global para uma economia de baixo carbono. 

Representantes das empresas Suzano, BRF e Acelen também estarão presentes para apresentar as iniciativas que vêm sendo desenvolvidas, com ênfase em ações e tecnologias de baixo carbono, para a redução das emissões de gases de efeito estufa.  

Entre as autoridades confirmadas estão a secretária nacional de Mudança do Clima do Ministério do Meio Ambiente, Ana Toni; o secretário Nacional de Economia Verde, Descarbonização e Bioindústria do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Rodrigo Rollemberg; e o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade. 

COP 28

A COP28 será realizada em Dubai, nos Emirados Árabes, entre os dias 30 de novembro e 12 de dezembro, e reunirá líderes governamentais, empresários, especialistas e representantes da sociedade civil de todo o mundo para avaliar os avanços alcançados pelo Acordo de Paris. 

Ao longo da conferência, os participantes vão debater sobre financiamento climático, mercado global de crédito de carbono, transferência de tecnologia, adaptação às mudanças climáticas, capacitação dos países em desenvolvimento, entre outros assuntos de interesses sociais relevantes na agenda. 



Fonte: Brasil 61

Nenhum comentário:

Postar um comentário