saude

saude

quarta-feira, 7 de junho de 2023

Goiás ganha novos investimentos em tecnologia para fortalecer Batalhão Rural


 


Em solenidade em comemoração aos quatro anos da unidade especializada nesta quarta-feira (07/06), governador Caiado anuncia que viaturas terão comunicação por satélite e destaca avanços no georreferenciamento de propriedades e recuperação de bens em ações de combate à criminalidade

Para celebrar seus quatro anos de existência, o Batalhão Rural da Polícia Militar se tornará uma das tropas pioneiras no estado no trabalho com comunicação via satélite, sem necessidade de sinal de internet. A novidade foi confirmada pelo governador Ronaldo Caiado durante solenidade em comemoração ao aniversário da unidade, nesta quarta-feira (07/06), na sede da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), em Goiânia.

Outro dispositivo recém-incluído pela atual gestão do Estado para o atendimento de produtores rurais é o aplicativo Apporteira, ferramenta desenvolvida pela Faeg, juntamente com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Goiás), o Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag) e Sindicatos Rurais. A iniciativa, que visa levar serviços em geral, deixa a polícia e propriedades rurais mais próximas para o aumento da segurança. A expectativa do governo é de que até 2026 todas as propriedades goianas estejam cadastradas na plataforma. Atualmente, já são mais de 80 mil inseridas.

“Promovemos algo inédito em Goiás que é o georreferenciamento das propriedades rurais. Pelo aplicativo, as pessoas podem ser acessadas rapidamente. Basta acionar e os policiais terão ação rápida e, ao mesmo tempo, eficiente”, explicou Caiado. O governador destacou ainda a instalação de um centro de comando de operações, em Goiânia, que dá suporte célere às forças de segurança, em destaque ao Batalhão Rural. “Não só trouxe tranquilidade no campo, como devolveu a condição do cidadão de, hoje, dormir na sua propriedade, trabalhar e ter de volta algo que não se tinha mais, que era a paz”, completou o governador, homenageado no evento.

Legado
Titular da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-GO), Renato Brum relembrou que foi Caiado o idealizador do Batalhão Rural, em 2019. Ele falou também dos investimentos de mais de R$ 54 milhões na aquisição de armamentos e equipamentos para as tropas goianas e enalteceu o trabalho integrado promovido na área pelo Estado, que resultou, segundo dados da pasta, em uma redução de 74% no índice de roubos e furtos a propriedades rurais nos últimos quatro anos. “Comemoramos aqui um trabalho feito com grande planejamento, visando a promoção real da segurança no campo. As reduções expressivas estão aí, referência para o Brasil. Governos têm de deixar legados. Hoje, o Batalhão Rural é uma referência nacional”, disse.

Presente em todos os 246 municípios goianos, o batalhão conta com 112 viaturas e um efetivo treinado sob o comando do tenente-coronel Alexandre Saliba Sales. Para ele, a corporação consolida uma nova expertise da Polícia Militar goiana: o policiamento rural, por meio do Programa de Patrulha Rural Georenferenciada. “Com a capacidade operativa da polícia e a relação de proximidade do produtor com a tropa, que denominamos de policiamento de proximidade, a gente sedimenta a tecnologia na nossa atividade, cadastramos as propriedades de forma mais dinâmica e com uma riqueza de dados”, avaliou o comandante.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel André Henrique Avelar de Sousa, apontou para o futuro com cada uma das viaturas do Batalhão Rural com comunicação independente, sem a necessidade de sinal de internet. “Em todo o país, será uma das poucas tropas com um sistema de comunicação tão avançado assim”, pontuou.

Presidente da Faeg, José Mário Schreiner destacou que a construção do Batalhão Rural, pensada por diversas cabeças, tornou a tropa única no Brasil. “É algo totalmente tecnológico. Os resultados mostram que os índices de criminalidade no meio rural têm diminuído muito. Hoje, podemos comemorar a devolução ao produtor rural daquilo que ele sabe fazer, que é trabalhar e produzir para o Estado”, enfatizou.

Ações do Batalhão Rural deste 2019

  • Recuperação de 19 maquinários agrícolas
  • Prisão de 1.902 pessoas em flagrante
  • Realização de 136.013 visitas comunitárias e solidárias
  • Desarticulação de 52 quadrilhas
  • Apreensão de 1.047 armas e 2,2 toneladas de drogas
  • Cerca de R$ 6,7 milhões em gado roubado, R$ 9,4 milhões em defensivos agrícolas e R$ 14 milhões em bens foram recuperados

Fotos: Wesley Costa

Legenda: Ronaldo Caiado destaca ações do Batalhão Rural na proteção dos produtores rurais, em solenidade que comemorou os quatro anos da criação dessa unidade da Polícia Militar

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Nenhum comentário:

Postar um comentário