topo

topo

terça-feira, 13 de dezembro de 2022

Hospital Bom Jesus suspende visitas presenciais aos pacientes internados


                                                         Comunicação ISAC

                                                          =====================

Hospital Bom Jesus suspende visitas presenciais aos pacientes internados

Medida visa garantir maior segurança aos pacientes por conta do aumento dos casos de covid-19. 

Com o objetivo de garantir maior segurança e reduzir os riscos de transmissibilidade viral, o Hospital Bom Jesus, em Águas Lindas de Goiás, suspendeu, a partir desta segunda-feira, dia 12, as visitas presenciais para os pacientes internados na unidade. A medida acontece por conta do aumento do número dos casos de covid-19 na região. 

De acordo com o diretor-geral do Hospital Bom Jesus, George Silva, a diminuição da circulação de pessoas no ambiente interno da unidade hospitalar dará mais garantia aos usuários. “Essa atitude é embasada nos princípios fundamentais da nossa assistência, proporcionando um acolhimento de qualidade, humanizado e seguro”, explicou o diretor.

Visita virtual
Para minimizar os impactos emocionais causados pelo distanciamento dos familiares, o Hospital Bom Jesus adotará a visita virtual por videochamada. Elas serão realizadas periodicamente pela equipe do Serviço Social. Os aparelhos serão desinfectados antes e após a utilização.

“A humanização também é uma das marcas do jeito ISAC de cuidar. A visita virtual é uma maneira de utilizar a tecnologia para aproximar as pessoas e gerar maior bem-estar aos pacientes internados. Há estudos que comprovam que esse tipo de iniciativa traz impacto positivo, inclusive, na resposta do paciente ao tratamento, auxiliando na redução do tempo de internamento”, explicou o médico Augusto Bucar, diretor técnico do Hospital Bom Jesus.

O Hospital Bom Jesus é custeado pela Prefeitura de Águas Lindas de Goiás e está sob gestão compartilhada do ISAC – Instituto Saúde e Cidadania.


Obs: Em anexo, encaminhamos foto para divulgação. Crédito: Divulgação/ISAC 

Nenhum comentário:

Postar um comentário