FUNDO: 100

domingo, 23 de outubro de 2022

Governo aciona judicialmente Enel por paralisação de serviços de manutenção




Caiado disse ainda que deve se reunir com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e com o ministro de Minas e Energia para tomar as providências administrativas
Caiado concede entrevista coletiva à imprensa| Foto: Stéfany Fonseca/ Jornal Opção



 Na tarde deste sábado, 22, o governador Ronaldo Caiado (UB) explica que acionou a Enel judicialmente para resolver a questão da suspensão dos serviços preventivos de manutenção da rede elétrica. “A procuradoria geral (PGE) apresentou uma ação civil pública junto ao Tribunal de Justiça e esperamos celeridade da Aneel para resolver a situação”, afirmou.

De acordo com Caiado, essas ações poderiam ser classificadas até como “sabotagem”. No início da próxima semana, ele disse ainda que deve se reunir com a Aneel e com o ministro de Minas e Energia para tomar as providências administrativas. Espera-se que a nova concessionária – a Equatorial assuma a distribuição mais rapidamente diante desses fatos.

“Primeiro, a Aneel precisa determinar que a Enel retorne com todas as equipes para manter a rede elétrica de todo o estado de Goiás, principalmente a parte preventiva. E, em segundo lugar, que antecipe o mais rápido possível que a Equatorial assuma o controle da distribuição de energia elétrica em Goiás”, explicou o governador.

Durante a coletiva para imprensa, foram apresentadas evidências de que uma única empresa tem mais de 700 funcionários parados sem fazer as devidas manutenções, especialmente levando em consideração que o período de chuvas no Estado de Goiás está começando.

O Jornal Opção busca contato com a concessionária. O espaço segue aberto para novas manifestações.

Fonte:https://www.jornalopcao.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário