SAÚDE

SAÚDE

quinta-feira, 10 de março de 2022

Morre homem que recebeu 1º transplante de coração de porco

 

Informação foi divulgada pelo Centro Médico da Faculdade de Medicina da Universidade de Maryland
Nos Estados Unidos, o primeiro paciente a receber um transplante de coração de um porco morreu dois meses após a cirurgia. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (9) pelo Centro Médico da Faculdade de Medicina da Universidade de Maryland, encarregado do procedimento histórico.

O americano David Bennett, de 57 anos, tinha uma doença cardíaca terminal. Ele foi operado em 7 de janeiro e se tornou a primeira pessoa a receber um coração de porco geneticamente modificado.

Bennett morreu na terça-feira (8), após o seu quadro clínico ter se deteriorado há vários dias. Quando os médicos perceberam que não sobreviveria, o paciente foi colocado sob cuidados paliativos, segundo um comunicado da Faculdade de Medicina de Maryland.

A morte ocorreu dois meses após uma operação histórica bem-sucedida. A respeito do procedimento cirúrgico, a instituição disse ter sido “a única opção disponível para o paciente”, uma vez que vários hospitais tinham excluído a possibilidade de um transplante convencional.

– Era morrer ou ter esse transplante. Eu quero viver. Eu sei que é um tiro no escuro, mas é a minha última opção – declarou Bennett, à época.

Os membros da equipe médica disseram estar “devastados” pela perda do paciente, de acordo com a declaração do autor do transplante, Bartley P. Griffith. O médico destacou a coragem e o desejo de Bennett de viver.

Muhammad M. Mohiuddin, diretor do programa cardiotorácico do centro, afirmou estar agradecido ao paciente pelo seu “papel histórico” nos avanços do xenotransplante.

EFE

Nenhum comentário:

Postar um comentário