Lima Souza news

Lima Souza news

radio

sexta-feira, 30 de julho de 2021

Fórum de Águas Lindas de Goiás cria projeto “Reeducando cidadão”ú

 


O Fórum de Águas Lindas de Goiás em parceria com a Prefeitura e com a Unidade Prisional do município criaram o projeto “Reeducando cidadão”. A iniciativa visa utilizar a mão de obra dos presos que possuem um bom comportamento em benefício da sociedade. Segundo o estudo realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), cada presidiário gera um custo de aproximadamente R$ 2.400 para o estado. Esses custos refletem gastos com sistema de segurança, contratação de agentes penitenciários e outros funcionários, serviços como alimentação e compra de vestuário, assistência médica e jurídica, entre outros. De acordo com o Juiz Dr. Felipe Levi, responsável por desempenhar o projeto no município, a idéia é fazer com que o detento consiga ressarcir uma parcela do que o estado gasta com ele. “Esse projeto é relevante para o município porque vai utilizar a mão de obra do detento em prol da comunidade, então o gasto que o município teria ao ter que contratar funcionários para desempenhar obras em praças, prédios públicos, pode ser revertido à zero. Outra vantagem deste projeto é que ele ensina o detento a ter uma profissão e consegue inseri-lo no contexto social”, afirmou o Juiz. Para participar do projeto o detento precisa apresentar um bom comportamento e estar numa sela especial. De acordo com Jamie Silva, coordenador do projeto, o comportamento dos presos mudaram significativamente. “Depois que iniciamos esse projeto muitos presos que antes davam trabalho na unidade prisional passaram a mudar o comportamento para poder participar do projeto”, disse. Allef Alves, participante do projeto “reeducando cidadão” destacou a importância desse programa para os detentos e o impacto que isso teve sobre sua vida. “Depois do projeto tudo mudou, passei a me envolver com pessoas do bem e procurei a me dedicar ao máximo na minha nova função. Hoje eu trabalho na jardinagem do Fórum e cuido da horta junto com outros companheiros. Minha expectativa é continuar trabalhando e em breve poder entrar numa faculdade de direito ou de design gráfico”, comentou. O Prefeito de Águas Lindas de Goiás, Hildo do Candango apoiou a iniciativa do projeto “Reeducando cidadão” e ressaltou os benefícios que isso vai trazer para o município. “Esse projeto é uma maneira de fazer a ressocialização dos presos e ensiná-los uma profissão. Nossa intenção é fazer com que o projeto seja estendido para que em breve possamos conseguir produzir hortaliças para as escolas, creches, lar de idosos, beneficiando assim a população e proporcionando uma economia para o município”, declarou. A Secretária de Assistência Social, Aleandra Sousa tem acompanhado de perto o projeto e ficou bastante feliz com o resultado final a reforma que foi realizada pelos reeducando no orfanato da cidade. “Nós arrecadamos recursos para fazer a reforma do telhado da Casa de Moisés, mas como a mão de obra foi 100% realizada pelos reeducando do projeto tivemos uma economia e conseguimos reformar mais coisas do que havíamos planejado. Fico muito feliz em ver esse projeto prosperar em nosso município e sinto que tem muito a agregar tanto a comunidade quanto ao próprio detento que adquiri conhecimento e se especializa para futuramente ser inserido no mercado de trabalho”, afirmou a Secretária. Acompanhe mais informações nas redes sociais da Prefeitura de Águas Lindas: Facebook: https://www.facebook.com/GovernoMunicipalDeAguasLindas Instagram: https://www.instagram.com/prefeitura.aguaslindas Site da Prefeitura de Águas Lindas: https://aguaslindasdegoias.go.gov.br/ Da Assessoria de Comunicação da Prefeitura Fotos: ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário